terça-feira, 25 de maio de 2010

DICAS - Aipim

AIPIM
Vi reclamações sobre aipim.
Saibam que aipim tem época e como dizia minha avó:
Aipim bom só em mês que não tem erre!!! Ou seja, maio, junho, julho, agosto. Nos outros meses será sempre aipim aguado.
Toma sabedoria popular!
Abraços, Cristina (Produtora de Seropédica).

Dario, do Núcleo de Vila Isabel, acrescenta que em último caso, se ele estiver duro demais, é só botar pra congelar e depois cozinhar.

Dona Jurema, do sítio de Itaboraí que visitamos, também nos disse que, ao colher a mandioca, se ela for jogada, fica ruim.

Pra mim, esse aipim da foto é o que acho bom.

Acrescentei outras informações que encontrei na Internet.
As melhores mandiocas para consumo devem ser as médias, com uns 3 cm de diâmetro. As finas são difíceis de manuseio.
Ao descascarem uma dessas finas, não sobrará muito depois.
Para saberem se a mandioca está velha, podre, até mesmo mofada, cortem ao meio. Nem que seja na pontinha. Se estiver tudo branquinho, sem nenhum ponto escuro, deve estar boa.
Só que, mesmo assim, quando a gente leva pra casa a mandioca, aí é que vamos descobrir como ela é no seu intimo.
Desta forma, procurem sempre ter mais mandiocas do que o que é necessário para suas necessidades. Pelo menos, umas três ou quatro.
O período de safra da mandioca vai de janeiro a julho.
Para você saber se a mandioca é boa, na hora da compra espete-a com a unha, se ela furar sem dificuldade, sinal que é boa.
A mandioca é de origem brasileira e desde quando Pedro Álvares Cabral chegou ao Brasil a mandioca já era apreciada pelos índios que viviam por aqui.
Sendo originária do Nordeste e das regiões centrais do país, o Brasil é o maior produtor mundial da mandioca.

LENDA DO MANDI
Conta-se que um casal de índios esperou muito tempo a chegada de uma filha mulher.
Quando a menina nasceu, deram-lhe o nome de Mandi, que significa “Branca” , por ter nascido com a pele muito clara.
Um dia, ela ficou muito doente e morreu, apesar de tentarem tudo para salvá-la. Seus pais resolveram enterrá-la no centro de uma oca para que pudessem estar sempre perto de seu corpo. Choraram tanto sobre o túmulo da menina que nasceu ali uma planta. Sua raiz era clara como a pele da Mandi, então eles batizaram a planta de mandioca.

Fonte: http://ultrapassandobarreiras.blogspot.com/

Hoje lendo o comentário de Dila falando sobre a macaxeira que dá boa em Maceió o ano todo, lembrei da música de Djavan, que gosto muito, Farinha. Me deu vontade de ouvi-la, cantá-la e fiquei com vontade de tê-la aqui no blog para o meu deleite e de todos que gostam da música e do autor. Vamos ver se isso dá certo.

Para quem quiser cantar aí vai a letra da música.

Farinha (Djavan)
A farinha é feita de uma planta da família das
euforbiáceas, euforbiáceas
de nome manihot utlíssima que um tio meu apelidou de macaxeira
e foi aí que todo mundo achou melhor!...
a farinha tá no sangue do nordestino
eu já sei desde menino o que ela pode dar
e tem da grossa, tem da fina se não tem da quebradinha
vou na vizinha pegar pra fazer pirão ou mingau
farinha com feijão é animal!
o cabra que não tem eira nem beira
lá no fundo do quintal tem um pé de macaxeira
a macaxeira é popular é macaxeira pr`ali, macaxeira pra cá
e em tudo que é farinhada a macaxeira tá
você não sabe o que é farinha boa
Farinha é a que a mãe me manda lá de Alagoas


video

2 comentários:

  1. Olá!

    Mora em Maceió, e por aqui não falta aipim (macaxeira)bom o ano inteiro, independente de estação ou mês que tenha r.

    Obrigada pelas dicas, gosto muito desse blog.

    ResponderExcluir
  2. Que bom, Dila, você é privilegiada!
    Fico contente que que goste do blog e, principalmente, por ter postado o seu comentário!
    Temos hoje 12.500 visitantes e poucos comentários.
    Fico muito carente deles!
    Eles são como que uns carregadores de bateria. Fazem com que a gente saiba que o caminho que estamos seguindo acrescenta para as pessoas e nos enriquece também. Agora já sei que em Maceió tem macaxeira boa o ano todo.
    Você acabou de me dar uma ideia: adoro a música de Djavan, Farinha(estou ouvindo agora). Vou ver se coloco no blog.
    Valeu! Obrigada, você é mesmo luz!

    ResponderExcluir